Óleo Essencial diluído a 10%

O que é um Óleo Essencial diluído a 10%? Por que 10%? Como utiliza-lo? Suas propriedades são alteradas com essa diluição? Que diluição é essa?

Primeiramente, para entender o que é essa diluição, temos que entender o que são óleos essenciais. Por definições internacionais de nomenclatura, só podemos chamar de “Óleo Essencial”, aqueles que foram extraídos por destilação ou prensagem. Mas com o desenvolvimento de tecnologia das técnicas, hoje em dia também empregam-se outras maneiras de extração, a fim de preservar as propriedades aromáticas de plantas delicadas (Como CO2 e Absolutos – advindos do concreto formado por solventes).

A diluição dos óleos essenciais (de algumas marcas) é feita em Ministrato de Isopropila, que é uma substância natural, liberada pelo IBD e pela Ecocert. Ele é um éster obtido a partir

da esterificação do ácido mirístico (óleo de coco de praia, babaçu, coco palmiste…). Essa substância não é feita para alimentação, porém se ingerida, não causa problemas ao corpo, que consegue di

geri-la e elimina-la. Não é irritante ou sensibilizante  para pele. É resistente a oxidação.

Os óleos essenciais diluídos a 10%, não são menos eficazes e nem tem suas propriedades alteradas. É apenas uma forma diferente de comercialização, a qual requer um método um pouco diferente de uso.

Identificar um óleo essencial diluído a 10% é muito simples.. É só olhar no rótulo que estará descrito.

Alguns óleos essenciais são diluídos porque sua comercialização concentrada fica com um preço alto, tornando-os inacessíveis para a maioria das pessoas. Os óleos essenciais a 10%, geralmente são raros, difíceis de obter ou requerem uma quantidade MUITO elevada da planta que será extraído o óleo.

Nem todas as plantas possuem a mesma quantidade de glândulas aromáticas. Por exemplo: O capim limão possui 0,26% de teor de óleo essencial, já a Immortelle, possui menos de 0,05% (para destilar 1kg de óleo essencial de Immortelle, são necessárias toneladas de flores da planta, o que a torna rara e difícil de extrair).

Utilização de óleos essenciais 10%

Normalmente, indica-se usar de 2 a 3 vezes mais do que se usaria do óleo puro. Por exemplo, se você fosse usar 10 gotas de um óleo puro, deve usar de 20 a 30 gotas.

 

Share this post



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *